Frederico Bussinger

PERISCÓPIO 99: Acordo Rumo-DPW dá pistas do Porto de Santos no futuro

Frederico Bussinger “Non ducor, duco” ? (Lema da bandeira paulista)   Quantos tinham conhecimento? Aparentemente a comunidade portuária foi pega de surpresa com o recente anúncio do memorando de entendimento, firmado entre a Rumo e a DPW (ex-Embraport), para implantação de terminal dedicado ao agronegócio: grãos e fertilizantes. O MOU, acordo embrionário, ainda não define […]


PERISCÓPIO 98: Fla-Flu conspira contra ligação seca Santos-Guarujá

Frederico Bussinger   “Ponte não combina com porto”, explicara o Min. Tarcísio no webinar de AT (AGO/20). Esta semana, durante visita a Santos, reafirmou sua preferência por túnel para a 2ª ligação seca trans-estuarina na Baixada Santista (a 1ª é a Rod. Piaçaguera-Guarujá). Ademais; instado pela Dep. Rosana Valle, apoiadora da campanha “Vou de Tunel” […]


PERISCOPIO 97: Da TUPização” portuária à verticalização logística

Frederico Bussinger “Porto é mais que um ‘transit hub’; é parceiro na cadeia logística global. O cliente quer soluções totais para a cadeia de suprimentos”. [Premissas de planos do Porto de Antuérpia-Bélgica] “Maersk despacha seu primeiro trem de Roterdã para China”. “Serviços de frete aéreo da Maersk começam entre Tailândia e Japão”. “Maersk quer crescer […]


PERISCÓPIO 96: Assimetrias portuárias; concorrencial e regulatória

Frederico Bussinger A discussão sobre assimetrias portuárias antecede à SEP (MP-369/07; Lei nº 11.518). Pacificá-la esteve em pauta desde o primeiro momento da nova secretaria. Ao longo desses 13 anos, todavia, a polêmica teve configurações diversas: Inicialmente os terminais arrendados viam vantagens nos TUPs por não precisarem requisitar TPAs nos OGMOs. Já os TUPs, em […]


PERISCÓPIO 95: Logística e mobilidade na estratégia do EFD-2021/30

Frederico Bussinger “Potência não é nada sem controle” [Slogan de tradicional fabricante de pneus] Ela não visa definir se no fim dessa década a soja de Sorriso-MT chegará a Shanghai mais barata. Nem quanto o roubo de cargas será reduzido, ou tomates perdidos entre o produtor e a mesa do consumidor. Nem quantos km a […]


PERISCÓPIO 94: Auditoria portuária do TCU: copo meio cheio e meio vazio

Frederico Bussinger Agora é oficial. O Acórdão publicado com o decidido pelo Plenário do TCU, na sessão de 7/OUT,  ratifica o resultado da Auditoria Operacional da área técnica do órgão, veiculado no final de maio passado. Seu relatório sistematizou dados e fatos, ao longo de 79 pgs e 520 itens, a comprovar haver no Brasil, […]


PERISCÓPIO 93: Porto de São Sebastião: “just do it!” (*)

Frederico Bussinger “Deitado eternamente em berço esplêndido, Ao som do mar e à luz do céu profundo…” [do Hino Nacional brasileiro] A OAB, estimulada pela pauta da desestatização, vem de realizar (30/SET)  webinar para discutir o futuro do Porto de São Sebastião. Aliás, importante registrar, suas diversas unidades, Brasil afora, têm dedicado bom espaço à […]


PERISCÓPIO 92: Assimetria regulatória: TUP X arrendamento portuário (*)

Frederico Bussinger “Queremos que haja uma explosão de investimentos”. “Vamos abrir os portos à iniciativa privada”. Pensou serem trechos de discurso ou entrevista do Min. Guedes? Errou! De dirigente do PPI ou do BNDES? Também! “Haverá dois regimes diferentes de exploração portuária: um associado à infraestrutura pública, e outro à infraestrutura privada”. “Essa diferença é […]


PERISCÓPIO 91: Privatização portuária para os não diretamente envolvidos

Frederico Bussinger Para uso corrente trata-se de privatização de autoridades portuárias. Mas os estudos recém contratados pelo BNDES, para o PPI, são mais genéricos  complexos e podem ter resultados mais abrangentes… ou mais limitados: “avaliação, estruturação e implementação … de participação da iniciativa privada para administração e exploração do Porto Organizado de Santos e de […]


PERISCÓPIO 90: São Sebastião: privatização destravará desenvolvimento do porto?

Frederico Bussinger “Não se pode desejar melhor nem mais tranquilo ancoradouro que o canal de São Sebastião. Rodeado por terras muito elevadas os navios aí estão como em um tanque” (Manuel Pimentel – Cosmógrafo português – 1710). “… e dá bom surgidouro às embarcações por seu fundo vasoso, … e puderem sair a toda hora, […]


 
Translate »