Editorial

Esperança!

Falar de esperança quase sempre nos remete aos conceitos cristãos que marcaram fortemente o mundo ocidental. Nos conduz à virtude que, juntamente com a fé e o amor, forma a tríade das virtudes teologais. Porque, justamente, foi esta tradição que deu lugar de destaque à virtude da esperança.

E nada mais oportuno que amor, fé e esperança para levarmos na bagagem rumo a 2017. Vamos precisar muito destes predicados para vencer desafios.

Podemos prever a travessia de momentos difíceis no próximo ano, em decorrência dos problemas gerados nos dois últimos. Mas, por favor, não vamos mais falar em crise!

Porque o que somos hoje começou a ser construído pelo que fomos e fizemos ontem. E o que seremos amanhã, dependerá de nossa capacidade de sonhar e construir no presente, o nosso futuro. Portanto, se concentre e mantenha o foco naquilo que nos pode trazer esperança!

Quando não se espera, não se encontra o inesperado. Quem não espera e não busca, fecha definitivamente as portas para o encontro, pois só se pode ver acontecer o que espera. Não obstante todas as dificuldades que se possa encontrar no caminho, a saída para a desesperança é olhar para o futuro. E nele projetar nossos maiores sonhos!

A esperança é, em essência, um horizonte que se descortina, um apelo que nos convida a caminhar e a ir sempre adiante pelos caminhos da vida. Porque é precisamente ela – a esperança! -, que sustenta a capacidade de sonhar e cria nossos projetos no amanhã.

Orientado para estas circunstâncias, o pensamento contribui para a construção de pontes para o futuro, arquitetando soluções, buscando estabelecer novos compromissos de bem-estar pessoal e social.

Utiliza a esperança como combustível essencial que coloca em marcha as ações humanas. Muda-se, assim, o paradigma do sentido de existir: viver é adentrar no futuro.

Portanto, não mais se trata de chafurdar no passado, remoendo e lamentando a existência, o que ficou para trás. A pena cabe ao que, por algum motivo, causou dores, perdas e frustações. Trata-se, agora, de aprender com o passado, viver o presente e construir o futuro.

Escolhemos ter esperança! Porque acreditamos na construção coletiva de dias melhores e mais fraternos, onde o amor ao próximo se traduza em ações concretas de paz e harmonia rumo a igualdade de oportunidades.

O futuro já começou! Feliz 2017!

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone