Brasil em Números

Mapa da Violência

MAPA DA VIOLÊNCIA 2013

 Sob o Título “Mapa da Violência 2013”, o Centro Brasileiro de Estudos Latino Americano – CEBELA e a FLACSO Brasil trazem a público excelente estudo contendo dados, análises e estatísticas  sobre os acidentes de trânsito, de autoria de Julio Jacobo Waiselfisz.

Trata dos acidentes de trânsito “como um capítulo privilegiado da violência letal que cerceia milhares de vidas em nossa cotidiana convivência, desde o primeiro Mapa da Violência divulgado em 1998”.

Apresentadas como fatos casuais, acaso, obra do destino, preço do progresso etc., constrói-se uma imagem de fatalidade em torno do problema que foge do controle e da responsabilidade das instituições humanas, já a partir da própria nomenclatura. Com este trabalho, estamos tentando desconstruir essa imagem prevalecente na opinião pública, na mídia e, principalmente, nas instituições públicas responsáveis pela gestão do trânsito e da mobilidade territorial.

Nesse contexto, nos últimos mapas começamos a olhar com preocupação o grave crescimento das mortes de motociclistas e, com maior apreensão ainda, as justificativas e alegações institucionais de culpar os motociclistas pela sua própria morte”, diz o autor na Introdução do trabalho.

E, como se pode verificar no estudo, são as motocicletas a principal causa do crescimento da mortalidade urbana no Brasil.

Vale a pena conferir a íntegra do documento disponível para download  no endereço abaixo:

http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2013/mapa2013_transito.pdf

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone